DEFESA SOCIAL GARANTIRÁ A PARTICIPAÇÃO DE CONSEGS EM REUNIÕES SEMESTRAIS

O Fundo Municipal de Segurança Pública (Fumsep), projeto de Lei de iniciativa do prefeito Rafael Greca, foi confirmado na Câmara Municipal de Curitiba, nesta terça-feira (7), com 28 votos favoráveis.

Durante o debate, o vereador Mauro Ignácio leu carta do secretário municipal da Defesa Social, Guilherme Rangel, agradecendo a aprovação do Fumsep, “que será um grande avanço para a cidade”. No documento, o secretário também comenta a demanda dos Conselhos de Segurança (Consegs), levantada em plenário por Ignácio, que desejavam compor o Conselho Gestor do Fundo Municipal de Segurança Pública.

Segundo Rangel, a secretaria tem acompanhado de reuniões dos Consegs e estuda ampliar essa agenda, para ouvir as demandas da população e estreitar a relação com os conselhos. “Esta Casa, quando chamada à sua responsabilidade, não tem faltado”, acrescentou Ignácio, sobre a devolução de R$ 5 milhões de economias da CMC à Defesa Social, no ano passado. Os recursos foram usados para a compra de equipamentos para os guardas municipais, por exemplo.

O Fumsep será administrado pela Secretaria Municipal da Defesa Social (SMDS) e também realizará itens previstos no Consórcio Intermunicipal das Guardas Municipais de Curitiba e Região Metropolitana. Por exemplo, reequipamento, treinamento e qualificação da Guarda Municipal, sistemas de inteligência, programas de segurança comunitária.