MAURO IGNÁCIO SUGERE CICLOVIA NO CALÇADÃO DA RUA XV

O número de usuários de bicicletas para locomoção urbana vive um acréscimo constante e o reflexo é visível em projetos expressivos da Prefeitura de Curitiba. Em novembro de 2019, foi instituído o Plano de Estrutura Cicloviária, no qual estabelece a meta de dobrar a malha de vias para bicicletas até 2025, chegando a 408 km de malha na capital paranaense.

O espaço adequado para ciclistas gera mais segurança aos adeptos e maior tranquilidade aos pedestres também. Visando o tráfego compartilhado e benefício de todos os usuários, o vereador Mauro Ignácio encaminhou uma sugestão de ato administrativo ao prefeito Rafael Greca, sugerindo a implantação de ciclofaixas em toda a extensão da Rua XV de Novembro, um dos cartões postais de Curitiba (203.00272.2020).

O intuito é, a partir de estudos, implantar em concreto ciclofaixas e também faixa exclusiva para pedestres em toda amplitude do “calçadão”, tornando a circulação, que é intensa, mais ordenada. O modal da mobilidade compartilhada tem sido sucesso em diversas cidades do mundo como tática para desafogar o sistema de transporte público e também pela grande relevância ambiental.

O trecho em questão, que não há concorrência de carros, também é muito utilizado por quem circula a trabalho. Com a recente opção de entregas via bicicleta, muitos comércios aderiram à modalidade, porém, por conta da Rua XV não ter ambiente estabelecido para ciclistas, também não há nenhum estacionamento exclusivo para as mesmas. A carência de mobiliário apropriado leva os entregadores a improvisar e utilizar de floreiras, árvores e até mesmo bancos para prender as bicicletas.

Calçadão da Rua XV de Novembro (Foto: Daniel Castellano)